NATAL 2

Terminamos um 2017 em que conseguimos tornar a Revirada, revista feminista bi-anual com a publicaçom em papel do número 1 “Feminismos Take-Away” e o número 2 “Fartas!”.

As três pessoas da equipa editorial fizemos balanço destes anos de criaçom e mantimento da revista, do bom recebimento que teve por parte das mulheres da Galiza, de Portugal e além dos mares.

A nossa aposta pela poli-expressom linguística foi arriscada mas pensamos que importante abrir o espaço a debate, confronto e a interaçom entre idiomas e ortografias nesta Babel de mundo em que vivemos, particularmente na Galiza.

Avaliamos as forças com as que estamos agora, após 2 anos de caminho revirado, algumas continuaremos a toda máquina, outras iram mais devagar, e novas reviradas entraram com o 2018 no ecossistema da equipa editorial. Poderias ser ti…

Foi o ano em que mais alto e mais forte dixo-se NOM ao assédio machista. NOM a impunidade, NOM as mulheres assassinadas, NOM ao anti-feminismo e NOM a diplomacia contra o machismo.

Estamos fartas, fartas de colocar a violência que sofremos no dia a dia como uma questom secundária, privada, nossa… a ter que argumentar com homens e mulheres o nosso direito a caminhar livres pela rua, a falar sem medo a ser desvalorizadas, ridicularizadas, denunciadas… estamos fartas e nom imos dar um passo atrás, Mais bem imos dar uns quantos passos mais à frente. Fiquem atentas.

Saude, Feminismo e Liberdade… e Feliz 2017, um ano bem-vivido.

Equipa editorial Revirada, revista feminista, Dezembro, 2017