por Mariola Mourelo

As mulheres não tivemos espaços de reflexão e estudo próprios do mesmo jeito que os homens tiveram em diferentes momentos da história: escolas de filosofia, seminários… O nosso acesso a quartos próprios de conhecimento, como aqueles dos que falava a Virginia Wolf, foi limitado, individual e/ou para as elites. Mas hoje em dia, com a chegada da internete e redes sociais a criação e possibilidades de estudo feminista ampliaram consideravelmente, embora é importante recordar que ainda não para todas as mulheres do mundo.

Fica caminho a percorrer antes de conseguir que o feminismo seja estudado no sistema educativo como na Austrália ou os direitos LGTB como ensino transversal na Escócia. Embora existam cursos sobre o feminismo em universidades e comecem a aparecer iniciativas de escolas feministas nalgumas freguesias como atividades complementares ou de tempo livre.

A nossa aula de estudo é o mundo físico-virtual da educação não-formal e há muita coisa pois o feminismo está finalmente na moda. Aqui faço uma seleção de formações que tratam a ideologia do não-género de diversas abordagens. Espero gostem, façam as suas próprias procuras e continuem a se feministizar.

Menopausa. Um momento para o crescimento” com Martas Chaves – Livraria Confraria Vermelha. (https://livrariaconfrariavermelha.wordpress.com)

Maternidades feministas. Espazo non-mixto de reflexión, aprendizaxe e construcción colectiva” – Libraria Lila de Lilith (www.facebook.com/LiladeLilith)

Feminismo Romaní” – Asociación Gitanas Feministas Diversidad (www.gitanasfeministas.org)

Género y Discapacidad” com Beatriz Guerra – Femlegal Formación (www.femlegal.es)

Psychology of Political Activism: Women changing the world” com Lauren E. Duncan – EDX (www.courses.edx.org)

Introducción a los feminismos” – Impetu centro de estudios (www.cursosimpetu.org)

Afrofeminismos. Raíces, experiencias, resistencias” com Karo Moret – Institut de Humanitats do CCCB (Centre de Cultura Contemporània de Barcelona) (www.cccb.org)

El saber es como un campo de batalla. Epistemología, Feminismo y Subalternidad” com Marta Malo e Débora Ávila – Relatoras (www.relatoras.com)

Nos queremos vivas” com Sara Babiker, Laura Rebolledo e Álvaro Briales – Fundación de los Comunes (www.aula.fundaciondeloscomunes.net)

El empoderamiento femenino en Marruecos: avances y resistencias” com Carmen V. Valiña – Periféricas, escuela de feminismos alternativos (www.perifericas.es)

Nosotras decimos, nosotras decidimos. Como hacer comunicación feminista” – Faktoria Lila e Pikara (www.faktorialila.com)

Por que los hombres consumen prostitución?” con Amelia Tiganus e Beatriz Ranea Triviño – Feminicidio.net (www.feminicidio.net)

Yo sé de Género” – ONU Mulheres (inglés, francés, árabe e espanhol) (www.trainingcentre.unwomen.org)

etc, etc…